A VIDA DE UM GERENTE-GERAL DE HOTEL


O gerente-Geral fica no centro de todas as responsabilidades e é visto como um dos fatores determinantes para o sucesso de um hotel. Freqüentemente sob muita pressão, ele se constitui no ponto de aglutinação das necessidades de um hotel. É o gerente-geral quem determina tarifas, administra despesas e cuida das normas que devem ser observadas nos serviços e na administração. 

Além disso, precisa ser um profissional completo, que tenha bom relacionamento interpessoal com clientes e fornecedores, habilidade de gestor para coordenar atividades operacionais, programar e organizar serviços e que saiba manter a equipe de colaboradores motivada. Precisa ter habilidades e conhecimento técnicos e teóricos em hospitalidade, ter domínio e fluência em línguas estrangeiras, psicologia, sociologia, finanças,conhecimentos práticos em alimentos e bebidas; banquetes, gastronomia e marketing. 

Por isso, para esse cargo, são características imprescindíveis a liderança, a iniciativa, a autodisciplina e muita habilidade para organizar o trabalho de outras pessoas, delegar e cobrar responsabilidades, além de servir de modelo para os funcionários que lidera. Não bastassem todas as competências necessárias à função, há ainda uma atribuição relevante: a responsabilidade de operar o hotel em um mercado competitivo, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela administradora ou pelos diretores, em busca da lucratividade desejada. Para alcançar os resultados pretendidos, o gerente-geral deve manter sua percepção aguçada para identificar no mercado novas oportunidades que dêem ao hotel não apenas receita, mas também retorno em termos de imagem. 

Mas do que reconhecer novas oportunidades de negócio, também faz parte do papel de um gerente-geral contribuir para o aprendizado de futuros profissionais: para isso, o Gerente-Geral tem que ser professor, treinador, instrutor, disciplinador, orientador, ser mestre em treinamentos de suas equipes, resumindo deve ser um grande timoneiro. Um Gerente geral hoteleiro precisa ter o requinte de um Maitre De Maison! Vive, come,bebe, respira, dorme e sonha com a hotelaria, é uma grande arte- A Arte de Receber Bem. Esta função é para poucos. Não basta sair de uma faculdade com um diploma de Administração de Empresas e achar que vai gerenciar um hotel apenas de uma sala confortável. É preciso “ Por a mão na massa” quando faltar um chefe de cozinha ele estará lá orquestrando um fogão com sua equipe, quando for preciso limpar um apartamento deverá saber mais que as camareiras, quando o mensageiro estiver ocupado, ele mesmo pegará a bagagem dos hóspedes, e assim, é a vida de um Gerente-Geral de Hotel, nós vivemos para os hóspedes e Clientes.
17 comentários

Mais lidos

GOVERNANÇA DE HOTEL

O CAFÉ DA MANHÃ DE UM HOTEL

O GERENTE DE ALIMENTOS & BEBIDAS