Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 28, 2008

ENOGASTRONOMIA: A ARTE DE HARMONIZAR CARDÁPIOS E VINHOS

Imagem
O vinho é uma excelente fonte de prazer para quem toma e companheiro inseparável da gastronomia: acrescenta cor à mesa, na boca melhora o sabor e a finesse dos pratos e durante as refeições estimula a conversação inteligente e o bom humor. Para os cozinheiros, ele é útil da mesma maneira. Ao longo dos séculos, grandes chefs das mais diferentes culturas utilizam o vinho para ressaltar o sabor de pratos ou para proporcionar sutis aromas numa variedade de molhos. Serve para marinar carnes e aves, ajuda a amolecer a carne em ensopados de longo cozimento e ainda contribui com sabor. O vinho também participa em sopas e ensopados e refresca sobremesas de frutas. Retire-se o vinho das receitas e o ato de cozinhar fica mais triste. O repertório de receitas que utilizam vinhos brancos e tintos - tanto secos quanto doces, espumantes, tranqüilos e fortificados - é enorme. Cozinhar com vinho, entretanto, não é tão simples. Em primeiro lugar, utilizar somente panelas inox ou esmaltadas (alumínio,…

ATENDIMENTO, IMPORTANTE ALIADO DO SUCESSO

Imagem
País considerado hospitaleiro, o Brasil não tem a tradição na formação de profissionais para o setor da hospitalidade. Existem poucas escolas que abordam o assunto de forma séria e eficiente, mas mesmo essas escolas não oferecem aulas sobre “atendimento”. Tratamos o atendimento como algo inerente à cada pessoa, embora seja uma qualidade que deve ser polida, lapidada em cada um.Se observarmos na história do Brasil, o “servir” sempre foi visto de forma pejorativa. Acontece que o “servir” é uma arte. Quando nos encontramos em hotéis cinco estrelas, queremos ser tratados como reis. O Hotel Ritz de Paris ganhou fama internacional pelo seu atendimento diferenciado. Muitos outros vieram em seu rastro histórico, tais como a rede Four Seasons e o Ritz Carlton. Cito exemplos internacionais, pois no Brasil ainda não temos o atendimento levado à excelência como o principal diferencial de um hotel.Os hoteleiros, ou administradores, preocupam-se, e com toda a razão, em ter boas camas, excelentes ba…

O CAFÉ DA MANHÃ DE UM HOTEL

Imagem
Independendemente do porte do hotel, o que mais gera a curiosidade nos hóspedes é o tão esperado café da manhã. Acredite, é um dos fatores mais importantes no hotel, além de um quarto limpo e confortável e um atendimento excelente.
Mal utilizado pela maioria das pessoas em seu dia-a-dia, o horário do café da manhã reveste-se de grande importância no processo natural de alimentação, conforme assegura a comunidade médica. Face ao contexto que envolve o hóspede em seu período de permanência no hotel, esse momento tem significado especial, pois normalmente foge à sua tradicional rotina. A criatividade do hoteleiro se faz presente, no sentido de gerar a grande atratividade proporcionada pelo arranjo do …

O HOTELEIRO X GAROTA DE PROGRAMA

Quando se apresenta e alguém lhe pergunta o que faz ou qual sua profissão Mr. Hunch sempre diz que “sou hoteleiro” ou “administrador hoteleiro”. E as pessoas perguntam “você tem hotel?” “Não. Sou um profissional de hotelaria.” Há uma diferença entre ser dono de hotel e hoteleiro. Um tem o capital e o outro o conhecimento, a experiência. Gerente de hotel e administrador hoteleiro não são a mesma coisa. Um famoso resort de Guarujá já teve dentista duas vezes como gerente geral. E dizem foi vendido por um dólar. Um outro de rede, em Foz de Iguaçu já teve como diretor de operações um comandante de Boeing aposentado. Um outro empreendimento em Guarujá tinha um vendedor de tratores como gerente. O anterior era um ex-motorista de caminhão, sobrinho de um diretor. Hoje esse empreendimento não mais existe. Nunca vimos um gerente ou administrador de hotel arrancando dentes ou levando Boeing para Nova York. Nos anos 90 Mr. Hunch trabalhou num dos melhores hotéis do norte / noroeste do Paran…