segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

HOTEL, UM CLASSICO DA LITERATURA HOTELEIRA





Este livro é um retrato muito fiel da hotelaria dos anos 70, narra com precisão o cenário e os bastidores de um grande hotel. 

Aos interessados em ler essa magnífica obra, terá que recorrer aos sebos, pois sua editora “ Record” já não o publica mais e você não o encontrará  nas  livrarias.

Hotel é um livro espetacular, que merecidamente ficou nove meses na lista de best-sellers do Time. Sua narrativa consegue prender o leitor do princípio ao fim,pois descreve a rotina de um grande hotel,dispensando descrições que seriam maçantes e atendo-se à fatos interessantíssimos da vida de seus hóspedes e empregados.Tudo se passa em cinco dias no Hotel St. Gregory, na cidade de Nova Orleans.Estão presentes no livro intrigas e acontecimentos ocultos pela fachada de um grande estabelecimento.Ficam expostos o caráter de seus hóspedes(ilustres ou não) e de seus administradores.Os personagens memoráveis se multiplicam.Warren Trent é o proprietário,tem um gênio reconhecidamente difícil e reluta em se desfazer do sonho de sua vida.Cristina Francis vive uma tragédia pessoal, pois perdeu sua família de forma trágica; apesar disso,entrega-se ao trabalho com eficiência e alegria.Peter McDennot é o gerente, um homem ainda jovem e muito eficaz em resolver problemas e buscar novos rumos administrativos,mas prisioneiro de um erro passado que bloqueia sua ascensão profissional.Marsha Preyscott é uma adolescente mimada e muito rica que não tem escrúpulos em conseguir o que quer.A.Royce está prestes a se formar na universidade, é jovem, negro, inteligente e foi criado por Warren Trent depois que seu pai faleceu.Quanto aos hóspedes,Curtis O'Keef é comerciante,gozador dos prazeres da vida e muito religioso,(segundo o próprio),mas seu desejo é comprar o hotel para que faça parte de sua cadeia.Sua companheira de cama e viagens é Dodo Lash, uma mulher que esbanja sensualidade e sabe conseguir o máximo de Curtis.O Dr.Ingram é um homem que tem princípios e valores que faz questão de preservar,desafiou o "Hotel "e obteve o desprezo de seus colegas de convenção.Um casal de nobres composto do Duque de Croydon(covarde) e de sua esposa muito fria e arrogante é responsável por um caso de duplo homicídio.Albert Wells é um idoso que de nada reclama e escapa da morte em um dos quartos do hotel.Mas o próprio St.Gregory é o personagem.A história , os segredos e soluções surpreendentes são contadas por um mestre,um autor que sem dúvida ama o que faz,pois só assim lhe seria possível sentir-se como cada um dos personagens e dar um tom fascinante a cada página deste livro.
Curiosidades sobre  o autor
Suas obras possuem entre si elementos comuns, como, por exemplo, a impressionante precisão com que são descritos ambientes familiares somente aos profissionais da área. Esses elementos eram pesquisados durante aproximadamente oito meses para cada livro. O próprio Hailey descrevia sua profissão como um trabalho duro. É como soldar um cano ou empilhar tijolos.
Considerava-se mais um contador de histórias do que um escritor e se descrevia como um homem prático, que nada mais fazia que tirar proveito de seu talento, como o faz um cantor, um pianista ou um piloto de corridas. O que pretendia era provocar o interesse do leitor pela história que narrava.


Nenhum comentário: