terça-feira, 23 de outubro de 2012

POR QUE O “ HOTEL FAMÍLIA” NÃO DEU CERTO?




Alguns meses atrás, escrevi um texto falando sobre um determinado hotel que acabara de abrir suas portas  ao público, se intitulava  o melhor hotel da cidade, melhor infra estrutura, uma fachada hiper moderna,  criou-se uma  expectativa  de que seria  realmente  o melhor. Porém  não foi isso que aconteceu.

Lamentavelmente, o hotel  encontra-se em péssimas  condições de clientela, baixaram tarifas  como se fosse uma mercadoria qualquer, acreditando que dessa forma atrairiam clientes.

O proprietário  com sua mentalidade retrógada, não se dera conta de que hotelaria  não é pra  amadores. Pensa  que  é só construir o hotel com TV’s de LCD  de 40 polegadas, e os clientes  baterão na porta.

O grave erro desse proprietário foi acreditar na demanda maior que a oferta, ou seja, pensava ela  que clientes  só procuram hotéis novos, e essa demanda  de oferta  caiu, o que é normal para nós hoteleiros  que entendemos a sazonalidade.

A titulo de informação para os  aspirantes  hoteleiros, não repetirem os mesmos erros desse hotel.

Esse proprietário, já veterano  naquela cidade  por já ser dono de hotel, ou melhor dizendo, dono de dormitórios, construiu um grande hotel sem mesmo saber o que é serviços de hotelaria, colocou  um  “ gerente”, que não entende absolutamente  nada de hotelaria, ou seja,  era o seu braço direito, pessoa de confiança da família, como também a interferência dos filhos na administração, fato muito comum na região, onde o  empresário já coloca  a esposa, o filho, o cachorro, o gato,só por que é um membro da família, já o considera  profissional capacitado para gerenciar um empreendimento daquele porte.

Como há de se esperar, o dono está muito preocupado com o desempenho do seu hotel, ocupação não passa dos trinta por cento, muitas  reclamações dos clientes, serviços  hoteleiros  não existe, equipe  completamente despreparada. “Certa ocasião um hóspede do hotel fez a seguinte pergunta:” por que vocês não contrata um profissional de hotelaria? O que não seria surpresa na sua resposta: “ Ah! Mas é muito caro!”. Enfim, já se comentam que esse hotel será vendido, bem como repassar o empreendimento para uma administração terceirizada. Está ai, economia burra é prejuízo.

Tenho visto esse cenário quase que diariamente, aventureiros que tem dinheiro e constrói seus hotéis acreditando que os clientes irão cair de pára-quedas.

A teimosia é tanta, que ficam cegos em não perceber que antes de chamar um arquiteto, a presença de um profissional de hotelaria  é fundamental desde o desenvolvimento arquitetônico, estudos de viabilidade  até o gerenciamento  diário, a experiência, o conhecimento acadêmico faz-se  necessário  para um hotel ter um desempenho satisfatório.

Nenhum comentário: