quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A Arte de Servir o café da manhã de Hotel


É um fato que os hóspedes mostram uma preferência por hotéis que oferece um farto e apetitoso café da manhã. Isso não é motivo para simplesmente definir as caixas de cereal frio e garrafas de leite. Oferecer um excelente Buffet de café da manhã  para seus hóspedes é fator determinante para  que eles agradeçam por isso com boas críticas e fidelização..
Um bom buffet oferece uma variedade de alimentos frescos. Inicie a linha com pratos e taças, é claro. É bom oferecer cereais frios e farinha de aveia instantânea; considerar a inclusão de pacotes de sopa de misso instantânea também, em caso de hóspedes de origem asiática .
Algumas pessoas esperam ansiosamente por  esse  momento, o café da manhã. Não ofenda seus hóspedes, oferecendo bolos pré-embalados ou ressecados. Os bolos e pães se possível deverão ser fabricados no próprio hotel  ou mesmo adquiridos de um fornecedor,  e tenha a certeza de que eles são frescos, mas não caia na armadilha de colocar bolos industrializados.
Oferecer pães variados, como torradas integrais. A torradeira é um bom investimento para um hotel que oferece um buffet de café da manhã. Já existem no mercado torradeiras praticas para hotéis, as vezes é desagradável ter que esperar que o outro hóspede termine e ter que esperar uma fila!
Ovos mexidos, batatas fritas e bacon ou lingüiça são comuns em alguns hotéis. As vezes, você pode oferecer panquecas ou torradas em vez de batatas. Salada de frutas frescas e iogurte são indispensáveis para qualquer café da manhã. Procure ser criativo em mesclar oportunamente itens do café da manhã, porém não faça isso com freqüência, o hotel precisa manter um certo padrão diário dos itens em seu Buffet. Considerar itens de boa qualidade, tais como granola, aveia, pães caseiro, sucos diversos, imprescindível ter o suco de laranja, cafés e chás diversos.
Um buffet deve encorajar as pessoas a mover-se suavemente através dele. A melhor maneira de fazer isso é permitir que os clientes possam circular livremente sem haver filas! Não esquecer de dispor guardanapos e utensílios. Disponha pratinhos, guardanapos, utensílios no final da linha para que os hóspedes não precisem segurá-los enquanto eles estão se servindo . Procure dispor  cada item harmoniosamente, ou seja, faça uma divisão imaginaria no buffet, para quentes e  frios,  tudo deve estar em perfeita sincronia, beleza estética, apresentação impecável, os frios e frutas apresentados em travessas de porcelana e com cortes especiais para cada tipo de fruta.

Erros que precisam ser evitados!

Ovos mexidos, sempre ficar atentos em servir a cada tempo, não os deixe virando farofa! Importante que a comunicação dos garçons com a cozinha seja  ativa para que em tempo tragam ovos frescos. Não espere que acabe um item para reabastecer, sempre faça as reposições ininterruptamente de cada item. Manter um funcionário para cuidar do buffet em todos os detalhes, lembre-se cada hóspede que passa, mexe e remexe, e para cada um é importante manter a imagem de que ele é o primeiro a mexer.
Mantenha funcionários bem dispostos e sorridentes nas primeiras horas do dia, afinal  é sempre bem vindo um  “ bom dia”  de verdade! Treinar seus funcionários para ser receptivo às perguntas necessidades dos hóspedes. Evite a todo custo funcionários indiferentes, desleixados e mal humorados, ninguém merece se deparar com atitudes rudes  logo  pela manhã.
A qualidade do buffet do café da manhã é um fator decisivo para os hóspedes do hotel, quando muitos planejarem sua próxima viagem. Ofereça um quarto limpo, funcionários educados, e o melhor café da manhã na cidade para garantir seu próprio sucesso.


Segmentação de mercado da hotelaria



Linhas de produtos e marcas

A maioria das organizações de serviço oferece uma linha de produtos, e não um único produto. Alguns desses produtos são muito diferentes de outros – como é o caso, por exemplo, de uma empresa que se dedica a diversas áreas e negócios. Em um setor especifico, uma grande empresa pode oferecer diversos itens com posicionamentos diferentes, cada um identificado por um nome de marca separado. Os Estados Unidos tem mais de 200 marcas de hotéis que concorrem por negócios, mais do que qualquer outra categoria de produto. Muitas cadeias de hotéis oferecem uma família de marcas; por exemplo, a Marriott Corporation  oferece diversas marcas de hotéis e balneários sob a marca guarda-chuva Marriott:

  • Marriott Hotels  ( grandes hotéis de serviços completos em cidades, que oferecem grandes áreas públicas e instalações para reuniões).
  • Marriott Resort (hotéis amplos, de serviços completos, em áreas de balneários, que oferecem instalações para reuniões e acesso a vários atrativos , como esportes e recreação).
  • Courtyard by Marriott ( hotéis de porte médio sem instalações  para conferencias, dirigidos  a executivos em viagem, que querem quartos confortáveis e serviços administrativos, porém menos comodidades).
  • Fairfield Inn ( quartos econômicos com serviços de hotelaria limitado).
  • Residence Inn ( oferece quarto, sala e cozinha a preços de um quarto em hotel de serviços completos, dirigidos a clientes que precisam de áreas com mais espaço de trabalho e que planejam permanecer vários dias).
  • Spring Hill Suites ( hotéis só com suítes, de preço moderado, dirigido a executivos em viagem e turistas, oferecendo áreas separadas de trabalho, de dormir  e de refeições, incluindo uma copa com pia, forno de microondas e cafeteria).
  • Towne Place Suites ( suítes com cozinhas completas projetadas para estadias longas, oferecendo o conforto residencial de uma casa a preços razoáveis).
  • Marriot Vacation Club International ( vilas em balneários, para ferias).

Como pode ver, cada marca promete um mix distinto de benefícios, dirigido a um segmento diferente de clientes. As ofertas variam por nível de serviço ( e, portanto, por preço); também há várias configurações de quartos disponíveis; certas marcas têm como alvo hóspedes que farão uma estadia prolongada; e as duas marcas de balneários visam primeiro ao público em férias. Em alguns casos, a segmentação é baseada em situação: o mesmo individuo pode ter diferentes necessidades ( e disposição de pagar) sob circunstâncias diferentes.
                                                                                 
                                                                                    Extraído do livro: marketing de serviço - Lovelock