terça-feira, 18 de setembro de 2012

Detalhes quase imperceptíveis na maioria dos hotéis



Numa viajem recente a São Paulo para visitar a extraordinária feira de hotelaria  equipotel, fiquei hospedado em um hotel de categoria executivo (4 estrelas).   Como H-O-T-E-L-E-I-R-O  ao extremo, gosto de comparar e observar os serviços dos hotéis que fico hospedado.

Narro aqui os erros que foram cometidos  pelos  funcionários desde o pedido de minha reserva  por telefone  e email até  o meu check out.

Reservas:
Pedi  varias  vezes que o atendente  me  enviasse a confirmação de  reserva  via email, fiquei mais de uma semana ligando e enviando emails  e nada. Por fim,  consegui falar  com a gerente de vendas e pedir um desconto e me foi dado.

Check in:
Ao chegar  no hotel, me identifiquei, preenchi a fnrh, e perguntei o preço da minha diária, para minha surpresa não constava  o desconto que o departamento de reservas havia confirmado. O recepcionista que me atendia pediu para eu contactar o departamento de reservas  no outro dia.

Café da manhã
O Buffet com  excelente variedade de itens, porém tudo desorganizado, não  havia  padronização,  estética, e a disposição das travessas, copos, talheres, etc  ficou a desejar.
No mesmo salão do café da manhã havia televisores em excesso! Seis TVs  com programação diferentes! Eu  particularmente  não gosto de TV em restaurante, fica parecendo fastfood de rodoviária e além do mais quem quiser assistir TV  que o faça  em seus quartos. É Extremamente deselegante o garçom acompanhar os noticiários, assistir novelas, etc. enquanto deveria ter sua atenção voltada para os clientes. Desagrada-me muito  hotéis  que colocam TV  na recepção e restaurante percebe se logo a falta de profissionalismo  por parte dos gestores.

Funcionários:
Fiquei estarrecido com a apresentação dos funcionários! Haja vista que um hotel  daquele porte, numa cidade  que é exemplo de profissionalismo na hotelaria, a gerência permitir falhas tais como:

Mensageiros, recepcionistas, garçons, com uniformes amassados, velhos, encardidos, sapatos surrados, barba crescida. Mulheres com excesso de bijuterias, cabelos mal cuidados e maquiagens exageradas.

Nos corredores/andares
Diariamente me deparava  com sacos, caixas, carrinhos  de camareiras  abarrotados de lixo, enxovais sujos. Pratos e talheres  que ficavam o dia  inteiro  nas  mesinhas  de apoio e percebi que não havia uma supervisão tanto por parte da governança, bem como do restaurante. A louça que usei do room service  do dia anterior ainda  continuava  ao lado da porta, ou seja, mesmo após  a camareira ter feito meu apartamento, a louça continuava lá!

Bom de tudo isso eu tiro proveito, para que essas falhas não ocorra  no hotel que gerencio, não quero dizer que não aconteça, mas faço de tudo para errar menos.