terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

OS " PACOTES" DO SEXO NA HOTELARIA


Chega uma data especifica dia das mães, dos pais, dos namorados, enfim quase a maioria dos hotéis “criam” seus pacotes, aliás, não o criam, copiam!
Muito bem, como temos datas comemorativas a frente, neste caso, o dia dos namorados e é justamente sobre esse pacote  chamado de “ Pacote Romântico”, que vou tecer alguns comentários.

Existem diversos tipos de hotéis e pousadas, os resorts, os executivos, os de lazer, etc. muitos deles com um apelo romântico e que estão segmentados para o nicho de público especifico.

Percebo que quando chega estas datas, nossas  caixas postais de e-mails ficam lotadas de propagandas e mala direta dos respectivos hotéis.
Temos os mais diversos modelos de Pacotes Românticos, mas lamento dizer que as receitas geradas por esses pacotes não trazem os resultados esperados, tão pouco, nunca ou quase nunca superam as expectativas do setor comercial, ou de marketing desses hotéis.

E vou explicar isso sob o ponto de vista do marketing.
Para que eu possa ilustrar esse cenário vou colocar dois hotéis,  o Hotel X, localizado numa região montanhosa, com um clima frio de inverno e com um cenário cinematográfico que realmente inspira ao romantismo, este sem duvida é um destino apropriado para uma família ou casal passar uma noite romântica no dia dos namorados. Por outro lado, temos o Hotel Y, encravado no centro de uma cidade, tendo como principal clientela executivos e  está segmentado para um publico corporativo.

Onde eu quero chegar? Bom, devo dizer que existe um erro clássico dos departamentos de vendas e marketing dos hotéis do tipo executivo que insistem em vender esses pacotes tipo “ romântico” em suas unidades. Devo também dizer que esse tipo de pacote atrai apenas casais de namorados ou de quem gostaria de romantizar um encontro de transformar o hotel em motel. Não há algo mais imundo e nojento você transformar seu hotel em um antro de sexo, se deparar com preservativos espalhado pelo quarto no dia seguinte. Posso está sendo radical,  muitos não concordam com esse meu ponto de vista, mas ainda sou da hotelaria clássica, que preserva o ambiente para receber hóspedes dignamente merecedores.
Para um hotel segmentado para um público executivo, esse tipo de pacote torna-se inviável e muitas vezes comprometem sua imagem.

Como diz o ditado “ Cada um no seu quadrado”, digo que essa fatia de receita é mais indicado para os motéis.